Buscar
  • Dr. Luiz Fragetti | Cliesp Vacinas

COVID-19 e VACINA


SEGURANÇA DA VACINA CONTRA A COVID-19

A COVID-19 é doença aguda, eventualmente grave ou muito grave, bifásica (fase viral e inflamatória e fase inflamatória da tempestade de citocinas), que pode conferir imunidade (por células T e por produção de anticorpos IgM e IgG) de duração ainda não determinada após a infecção, que se caracteriza por ser sistêmica (pneumonia viral, miocardite, encefalite etc) e que se espera seja passível de prevenção pela indução de altos títulos de anticorpos específicos através o desenvolvimento de vacina.

Diante do evento emergente da COVID-19 que levou a uma emergência em saúde pública, como Pandemia pelo SARS-CoV-2, surge a necessidade de estabelecer controle. O estabelecimento de imunidade coletiva representa a grande, senão única, esperança, já que a obtenção de tal imunidade por exposição ampla da população sob risco à doença, com alta taxa de letalidade, não constitui possibilidade eticamente aceitável. Advém do exposto a necessidade premente do desenvolvimento de vacina cientificamente confirmada como eficaz e segura. Os projetos de desenvolvimento de vacina eficaz respeitam modelos e critérios baseados em ciência. Algumas das vacinas são projetos com desenvolvimento de produtos novos, alguns com produtos inovados e outros produtos de novo. Independentemente de qual seja o produto vacinal, o uso de vacinas seguras constitui pressuposto básico e fundamental para a implementação e aderência ao fármaco, com manutenção de taxa elevada de adesão ao produto de imunização. A vigilância ativa na testagem de vacina tem assim eminente importância, especialmente diante de um evento que levou a uma emergência da saúde pública, como a pandemia da COVID-19 com elevada letalidade. Quando uma vacina apresenta evento adverso grave iminente ou identificado em tempo real, ao ser introduzida na testagem, deve passar por avaliação e aperfeiçoamento de suas características de segurança. Assim a vigilância da COVID-19 como doença imuno prevenível deve dar atenção ao desenvolvimento de vacina segura e eficaz, bem como à análise do impacto a médio e longo prazo de diferentes estratégias de vacinação com as vacinas aprovadas, assim como avaliação do seu desempenho em termos de risco/benefício ou efetividade.

📍 CLIESPVACINAS Rua DOMINGOS VALARELLI, 123, SOROCABA

☎️ (15) 32326940/981780166.

#lafragetti#cliespvacinas#cliespvacinasorg#fibrose_pulmonar_idiopatica

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vacinar para não ter câncer do colo do útero! Fonte: https://www.msdmanuals.com A vacina contra o papilomavírus humano (HPV) ajuda a proteger contra a infecção do HPV. Alguns tipos de vírus HPV têm