top of page
Blog: Blog2

DEFICIENCIA DE VITAMINA C


DEFICIÊNCIA DE VITAMINA C NO SÉCULO XXI

O século XXI (21), iniciado em 01 de janeiro de 2001 e a terminar em 31 de dezembro de 2100, é o vigésimo primeiro século da Era Cristã, e apesar de todo o conhecimento, ainda ocorre deficiência da vitamina C em parte da população. A deficiência de vitamina C pode ocasionar escorbuto com sangramento em decorrência da fragilidade do colágeno. Os sintomas incluem fraqueza, cansaço fácil e apatia, falta de ar e dores nas articulações, ossos e músculos. A deficiência de vitamina C ocorre por várias razões:

1. Dieta pobre em vitamina C: A causa mais comum de deficiência de vitamina C é dieta pobre nesse nutriente, quando a pessoa consome poucas frutas cítricas, vegetais frescos e outros alimentos ricos em vitamina C.

2. Má absorção: Condições médicas que afetam a absorção de vitamina C, como doenças gastrointestinais, doença celíaca, doença inflamatória intestinal e síndrome do intestino curto, a prejudicar a absorção adequada da vitamina C.

3. Tabagismo: Fumantes têm maior risco de deficiência de vitamina C porque o tabagismo aumenta a necessidade do organismo por essa vitamina e a fumaça do cigarro contém substâncias que reduzem a quantidade de vitamina C no organismo.

4. Necessidades aumentadas: Condições como distúrbios metabólicos, estresse crônico, infecções graves ou queimaduras extensas, a aumentar as necessidades de vitamina C no organismo.

5. Armazenamento inadequado: A vitamina C é sensível à luz, ao calor e ao oxigênio, e sua concentração em alimentos pode diminuir durante o armazenamento e processamento. Alimentos mal armazenados podem perder parte do teor de vitamina C, resultando em ingestão reduzida.

Os sintomas da deficiência incluem fadiga, fraqueza, sangramento das gengivas, pele seca e áspera, hematomas, cicatrização lenta e dores articulares e musculares. Se você suspeitar de deficiência de vitamina C, é recomendável consultar um médico para diagnóstico e orientação adequada para suplementar o consumo mínimo de 250 mg duas vezes ao dia.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page