top of page
Blog: Blog2

VACINA HD4V


Vacina gripe (influenza) quadrivalente de alta concentração - “High dose” (HD4V)

FONTE: SBIm

Previne Infecção pelas cepas do vírus Influenza (Gripe). É uma vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença. É quadrivalente, ou seja, composta por quatro cepas de vírus — definidas anualmente de acordo com a Organização Mundial da Saúde. É cultivada em ovos de galinha embrionados, o que resulta em quantidades mínimas de ovoalbumina na formulação. A quantidade de antígenos imunizantes é quatro vezes maior do que a presente nas vacinas quadrivalentes padrão, contendo: 60 microgramas de hemaglutinina A (HA) de cada uma das quatro cepas de influenza, em vez de 15mcg de cada cepa. Permite maior proteção para a população a partir de 60 anos de idade, cuja resposta vacinal é pior por causa da imunossenescência e das doenças crônicas.

Não contém antibióticos e timerosal. Não utiliza látex. Recomendada para adultos a partir de 60 anos de idade, em especial imunocomprometidos. Contraindicada para pessoas com alergia grave (anafilaxia) a algum componente da vacina ou a dose anterior.Aplicada em dose única, por via intramuscular. Viajantes para o Hemisfério Norte ou brasileiros na região Norte do país, a depender da disponibilidade e da compatibilidade com cepas circulantes, podem se beneficiar de dose extra da vacina. Os cuidados antes, durante e após a vacinação são:

Não administrar por via intravenosa, intradérmica ou subcutânea.

Se há histórico de Síndrome de Guillain-Barré (SBG) em período de até 6 semanas após qualquer vacinação anterior contra a influenza, a decisão de administrar a vacina deve ser do médico assistente.

Tratamentos ou condições imunossupressoras: a resposta vacinal pode ser prejudicada e cabe ao médico assistente determinar o momento oportuno para a vacinação.

Adotar as precauções adequadas quanto à técnica de administração em indivíduos com distúrbios de coagulação, pelo risco de sangramento.

A administração deve ser adiada em indivíduos com doença febril aguda grave, mas a presença de infecção menor, como resfriado, não deve adiar a vacinação.

Não há dados sobre a administração simultânea com outras vacinas.

Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação, podendo-se usar medicação para dor, sob recomendação médica.

Qualquer sintoma grave e/ou inesperado após a vacinação deve ser notificado.

Sintomas de eventos adversos persistentes (por mais de 72 horas), devem ser investigados.

A frequência de eventos adversos é maior em comparação com a vacina quadrivalente padrão, mas sem diferença importante na intensidade ou gravidade.As reações relatadas com mais frequência foram dor no local da injeção (42,6%), dor muscular (23,8%), dor de cabeça (17,3%) e mal-estar (15,6%), de intensidade leve a moderada.

As reações adversas foram menos frequentes em pessoas com 65 anos ou mais do que nas pessoas com 60 a 64 anos.Poderá ser encontrada em breve, na CLIESP VACINAS. #la_fragetti #cliespvacinas #papodevacinas

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page